VÍDEO: PF mais uma vez no Seridó com mega operação em Jardim de Piranhas


Um comboio da Polícia Federal foi visto nesta manhã, 28 de novembro, na passagem molhada da Estivas, município de Jardim de Piranhas, que dá acesso ao sítio Batalha, de propriedade de Júnior Rico, o falso pastor preso em São Paulo.

As informações preliminares colhidas pelo blog Jair Sampaio dão conta que o sítio Batalha acomoda pessoas da família de Júnior Rico, como era conhecido na cidade antes de ser preso em SP sob acusação de ser o 4º homem na hierarquia do PCC.

Uma fonte do blog contou que um homem, primo de Júnior Rico, foi detido em Jardim de Piranhas minutos antes de ser levado pelo comboio à comunidade berço da operação. Policiais do BPChoque dão apoio à operação da PF.

Mais >

Com 75 policiais, Operação da PF investiga esquema de fraudes na aplicação de verbas federais


A Polícia Federal deflagrou hoje (20/11), em conjunto com a Controladoria-Geral da União – CGU e com o Ministério Público Federal – MPF, a Operação Recidiva 4, com objetivo de combater fraudes na aplicação de verbas federais descentralizadas em convênios celebrados com a Fundação Nacional da Saúde (Funasa).

Mais >

Caicó: PF visita obras levantadas com emendas do ex-deputado Henrique Alves


A Polícia Federal esteve ontem em Caicó visitando duas obras que utilizam emendas parlamentares do ex-deputado federal Henrique Eduardo Alves.

As duas obras, o Ginásio do bairro Walfredo Gurgel e o novo Terminal Rodoviário da cidade, foram os locais que a PF visitou nesta terça feira.

Mais >

Força Tarefa da PF faz operação contra lavagem de dinheiro do PCC


A Polícia Federal prende o banqueiro Eduardo Plass em nova etapa da Operação Hashtag, desbodramento da Lava Jato no Rio de Janeiro.

Uma Força tarefa comandada pela Polícia Federal realizou, no início dessa sexta-feira (9), a operação intitulada “Caixa-Forte”, que investiga os crimes de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro realizados pela facção Primeiro Comando da Capital (PCC).

A operação foi realizada pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO), que cumpriu 52 mandados de prisão preventiva, 48 de busca e apreensão e outros 45 de sequestro de valores em Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul em 18 cidades. Seis dos alvos das operação já estão reclusos no sistema prisional.

Segundo a PF, as investigações começaram em novembro do ano passado e identificaram uma composição batizada de “Geral do Progresso”. Ainda segundo a polícia, essa composição tinha como finalidade gerenciar o tráfico de drogas, com a distribuição dos entorpecentes que é a principal fonte de renda da facção, além de lavar todo o dinheiro coletado de origem criminosa. Algumas contas de pessoas sem muita ligação com os criminosos eram escolhidas para ocultar e mascarar a origem ilegal dos valores.

Mais >

Operação da PF combate a entrada do poderoso anestésico opioide no Brasil


A Polícia Federal, em cooperação com a agência norte americana de combate a drogas (DEA), deflagrou nesta terça-feira (16/7) a Operação Ampulla, cuja finalidade foi desarticular quadrilha que traficava o opioide Fentanil para os Estados Unidos.

Esse potente anestésico, de alta letalidade quando em uso indevido, era desviado por funcionários da Santa Casa de Misericórdia em São Paulo ou importado da China, sendo posteriormente revendido para diversos compradores no Brasil e nos Estados Unidos, país onde o fármaco costuma ser misturado à cocaína e à heroína para potencialização, o que tem provocado várias mortes.

Cerca de 40 policiais federais cumprem 8 mandados de prisão (3 temporárias e 5 preventivas) e 9 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo/SP, Itanhaém/SP, São José/SC, Tijucas/SC e Florianópolis/SC. Uma das prisões preventivas tem como alvo um morador do bairro Campeche, em Florianópolis/SC, recentemente preso nos Estados Unidos por suspeita de tráfico de fentanil. Visando a descapitalização do grupo criminoso, estão sendo arrestados um imóvel comercial, avaliado em mais de R$ 1,2 milhão, e alguns veículos.Mais >

Operação Especialista combate grupo criminoso agia contra agências bancárias e estabelecimentos


A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (16/7) a Operação Especialista, para desarticular grupo criminoso que praticou crimes de furto qualificado contra as agências da Caixa Econômica Federal em Goianinha/RN e Banco do Brasil em João Pessoa/PB.

Cerca de 40 policiais federais estão cumprindo 6 mandados de busca e apreensão e 7 mandados de prisão expedidos pela 2ª. Vara da Justiça Federal/RN, nas cidades de Natal, Parnamirim/RN e Cuiabá/MT.

Além das agências bancárias, a quadrilha ora investigada também agia contra estabelecimentos comerciais, tais como: lojas, supermercados e casas de câmbio, sendo registrada nos últimos 11 meses pelo menos 10 ocorrências delituosas. Mais >

PF combate crime de pornografia infantojuvenil através da internet em Natal


A Polícia Federal cumpriu nesta quinta-feira, 13/06, em uma residência do bairro Planalto, Zona Oeste da capital potiguar, um mandado judicial de busca e apreensão expedido pela 14ª Vara da Justiça Federal/RN, com o objetivo de reprimir delito de armazenamento e/ou compartilhamento de imagens e vídeos de pornografia infantojuvenil através da internet.

Conduzida pela delegacia especializada em crimes virtuais da PF no Rio Grande do Norte, a investigação teve início há cerca de quatro meses quando, por meio de monitoramento do ambiente virtual, foi possível detectar um intenso trânsito de arquivos de conteúdo pornográfico envolvendo crianças e adolescentes. Em face do ocorrido foram obtidas pistas indicativas do provável local onde o crime estaria sendo praticado, o que possibilitou a PF representar judicialmente pela expedição do mandado de busca cumprido nesta data.

Na casa vistoriada foram apreendidos HD’s de três notebooks, os quais serão agora submetidos a análise pericial e, caso venha ser comprovado que os seus usuários mantinham armazenados e/ou compartilhavam arquivos de pedofilia no meio cibernético, poderão eles responder criminalmente pelos delitos tipificados nos artigos 241-A e 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90), cujas penas somadas, em caso de condenação, podem alcançar até 10 anos de reclusão.

PF cumpre mandados de busca no Congresso e acerta parlamentares do PP


O presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), e o deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) são os principais alvos de uma operação da PF (Polícia Federal) realizada nesta terça-feira (24) no Congresso Nacional.

Segundo a PGR (Procuradoria-Geral da República), eles são investigados em um inquérito que apura tentativa de obstrução de Justiça por parte dos parlamentares. 

A PGR aponta que o objetivo dos mandados “é reunir mais provas [que mostrem] que os dois políticos tentavam comprar o silêncio de um ex-assessor que tem colaborado com as investigações”.Mais >

Homem com material pornográfico de 123 crianças e adolescentes é preso pela PF


A Polícia Federal (PF) prendeu, no Recife, um homem suspeito de pedofilia. Segundo a corporação, ao menos 123 crianças e adolescentes foram vítimas dele, que costumava conversar com os menores na internet, fingindo ser uma mulher, pedindo fotos nuas e, posteriormente, chantageando-os. O homem foi preso na sexta (20) e o caso foi divulgado no sábado (21).

Em nota, a PF informou que, após receber as fotos das vítimas, o homem ameaçava publicar o material em redes sociais e sites de pornografia. Em troca, exigia dinheiro às vítimas e aos parentes ou forçava as crianças e os adolescentes a “manter relações sexuais com os seus animais de estimação e com seus irmãos menores para que as fotos não fossem publicadas”, segundo a polícia.

Mais >

“Nunca recebi propina”, diz o ex-governador Jaques Wagner (PT)


O ex-governador Jaques Wagner e atual secretário de desenvolvimento econômico disse em coletiva, na tarde desta segunda-feira, 26, que não recebeu propina e que não sabe de onde a delegada tirou o valor de R$ 82 milhões.

Wagner afirmou que não pede nem autoriza ninguém a pedir qualquer tipo de reciprocidade por obras feitas. “E assim foi na questão na fonte nova que, infelizmente, a Polícia Federal está comprando uma versão de que houve superfaturamento“.

Wagner disse que existe incompreensão sobre o funcionamento de parcerias-público-privadas que levaram tanto o tribunal de contas do Estado quanto a Polícia Federal e incorrerem em conclusões distorcidas. “Há uma incompreensão da Polícia Federal como houve do TCE do que é uma PPP e o que é uma obra pública”.Mais >

PF prende em flagrante contador portando documentos falsos para fraudar o INSS


Polícia Federal prendeu em flagrante um contador na posse de documentos falsos que seriam utilizados perante o INSS. A prisão se deu nessa quinta feira, 15.

As investigações tiveram início no ano de 2017, após o INSS identificar diversos benefícios previdenciários com suspeitas de fraude e encaminhar tais informações para a Polícia Federal.

As investigações indicaram que o contador preso nesta data forjava documentos para comprovar períodos de trabalho diversos, sendo certo que os beneficiários não haviam trabalhado ou recolhido as contribuições previdenciárias naqueles períodos. Mais >

Operação Corrupião: parecer do MPF apoiou prisão do caicoense chefe do Ibama de Mossoró


A prisão preventiva do chefe do Ibama em Mossoró, Armênio Medeiros da Costa – ocorrida nesta quinta-feira (1º), dentro da chamada Operação Corrupião, deflagrada pela Polícia Federal -, teve parecer favorável do Ministério Público Federal (MPF). O suspeito é investigado por cobrar propina de empresas e até mesmo de pescadores e, em troca, deixar de aplicar as devidas multas por crimes ambientais.

A conduta de Armênio Medeiros, ressalta o parecer do MPF, vinha gerando prejuízos incalculáveis ao meio ambiente e ainda perdas financeiras ao Ibama, que deixou de arrecadar multas, além de provocar o descrédito da instituição junto à sociedade. O parecer, de autoria do procurador da República Aécio Tarouco, foi favorável também ao mandado de busca e apreensão (realizado na sede do Ibama em Mossoró) e ao sequestro de bens do suspeito, para garantir uma possível restituição dos prejuízos às vítimas.Mais >

Recife e Rio: Ação da PF contra corrupção na Petrobras


A Polícia Federal cumpre mandados judiciais de uma nova operação que investiga o pagamento de vantagens indevidas a executivos da Petrobras através do Setor de Operações Estruturadas do Grupo Odebrecht, que é o departamento criado pela empresa para o pagamento de propina. As ordens judiciais estão sendo cumpridas no Rio de Janeiro e Recife.

Até a publicação da reportagem, tinham sido cumpridos um mandado de prisão temporária e um de prisão preventiva. O alvo da preventiva é Luis Carlos Moreira da Silva, que foi preso por volta das 6h. Ele é suspeito de receber vantagem indevida na aquisição pela Petrobras da Refinaria de Pasadena.

Também estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e um de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento. Três intimações também estão sendo cumpridas na operação, segundo a PF.Mais >

Liminar determina que PF emita passaporte para menor em 24h


A 2º Vara Cível Federal de S.Paulo emitiu liminar exigindo que a Polícia Federal emita passaporte para uma menor em 24h. O mandado de segurança foi impetrado pelos advogados Anna Paula Vieira de Mello Rudge e Carlos Eduardo Gonçalves, do VMR Advocacia, para renovação do passaporte da menor para que possa viajar com a família. 

O juiz Tiago Bittencourt De Davi, em seu despacho, destaca que as taxas foram pagas e “a autoridade impetrada tem o dever de observar o princípio da eficiência e entregar um serviço de qualidade, com melhor aproveitamento dos recursos financeiros, não obstando o direito previsto constitucionalmente de ir e vir, com a negativa de emissão do passaporte”.

Delegado do inquérito sobre morte do ministro Teori Zavascki é assassinado


Foi morto nesta madrugada em Florianópolis o delegado envolvido no inquérito pela Polícia federal para investigar a morte do ministro do STF, Teori Zavascki, morto em janeiro num acidente de avião em Paraty-RJ.

Adriano Antonio Soares estava com outro colega, Elias Escobar, quando teriam sido mortos após um desentendimento em um bar. As informações são da “Zero Hora”. O proprietário do bar foi ferido e está internado.Mais >

PF desarticula quadrilha que atuava contra os Correios e explosões de bancos no RN


Policiais Federais da Superintendência Regional de Natal e da Delegacia de Mossoró concluíram nesta terça-feira (23/5), a Operação Oriente, deflagrada no último final de semana visando desarticular uma quadrilha suspeita de praticar diversos roubos contra agências dos Correios e, também, explosões de caixas eletrônicos em cidades do interior do Rio Grande do Norte e do Ceará.Mais >

Direitos Humanos repudia punição aplicada em sindicalista da PF Potiguar


O Conselho Estadual de Direitos Humanos emitiu Moção de Repúdio diante da conduta da Superintendência da Polícia Federal no Rio Grande do Norte ao punir o agente José Antônio Aquino da Silva, Presidente do Sindicato dos Servidores do Departamento de Polícia Federal – SINPEF/RN. Mais >

Ladrões de bancos enfrentam a PF e BOPE e confronto deixa 3 mortos no oeste do RN


Bandidos fortemente armados confrontaram o estado e enfrentaram policiais do BOPE e POLÍCIA FEDERAL nessa madrugada, 07 de maio, numa localidade de nome Mulungu, localizada entre Afonso Bezerra e Ipanguaçu, e de acordo com dados extra-oficiais da PF, três bandidos morreram.Mais >

PF prende estudante de Curitiba com 5,6 quilos de ecstasy no aeroporto de Natal


A Polícia Federal prendeu na madrugada deste domingo (23/4) no aeroporto internacional Governador Aluízio Alves em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal, um estudante paranaense, 28 anos, acusado de tráfico de drogas. Ele reside em Curitiba/PR e desembarcou de um voo vindo de Portugal trazendo na bagagem 5,6 quilos de ecstasy.Mais >

Contra a reforma da Previdência, PF ameaça greve


Na contramão do Supremo Tribunal Federal, que julgou inconstitucional a paralisação de servidores das áreas relacionadas à segurança pública, policiais federais de todo país decidiram nesta quarta-feira entrar em “estado de greve”. A Fenapf, Federação Nacional dos Policiais Federais, atribui o movimento à contrariedade dos agentes federais com a reforma da Previdência.Mais >