Diretor do Instituto Butantan projeta Coronavac registrada para uso até o início de fevereiro; estudo sobre eficiência serão apresentados em dezembro


Foto: Diego Vara/ Reuters

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas contou à CNN que o órgão planeja entrar com um pedido de registro da Coronavac, desenvolvida em parceria com farmecêutica chinesa Sinovac, na Agência Nacional de Vigilância Santiária (Anvisa) ainda em 2020. E que o imunizante deve estar pronto para uso até fevereiro.

“Nesta segunda-feira (23) anunciamos que os estudos clinicos da coronavac já permitem a realização dos estudos de eficácia. Até o final deste ano iremos entrar com pedido de registro da vacina na Anvisa. A partir da segunda quinzena de janeiro ou início de fevereiro teremos a vacina registrada e pronta para uso.”

Veja mais em CNN BRASIL

Estudo da CoronaVac atinge número mínimo de voluntários infectados pela Covid-19 e entra na fase final de aprovação


Foto: Reprodução/TV Globo

O estudo da fase 3 da CoronaVac, vacina produzida por laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, atingiu o número mínimo de infectados pela Covid-19 necessários para o inicio de sua fase final. A nova etapa permite a abertura do estudo e a análise interina dos resultados do imunizante. O anúncio foi feito durante uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira (23).

“A boa notícia, e o motivo por qual estamos aqui no Instituto Butantan, é que o Instituto Butantan detalha a fase final para a aprovação da CoronaVac tendo atingido o número mínimo de infectados e isso é a possibilidade de permitir a abertura do estudo clínico e a análise destes resultados”, disse o secretário estadual da saúde, Jean Gorinchteyn.

Mais >

Governo federal pode ter de jogar fora 6,8 milhões de testes perto da validade


Foto: Reprodução/ IBGE

Um total de 6,86 milhões de testes para o diagnóstico do novo coronavírus comprados pelo Ministério da Saúde perde a validade entre dezembro deste ano e janeiro de 2021. Esses exames RT-PCR estão estocados num armazém do governo federal em Guarulhos e, até hoje, não foram distribuídos para a rede pública.

Para se ter ideia, o SUS aplicou cinco milhões de testes deste tipo. Ou seja, o País pode acabar descartando mais exames do que já realizou até agora. Ao todo, a Saúde investiu R$ 764,5 milhões em testes e as unidades para vencer custaram R$ 290 milhões – o lote encalhado tem validade de oito meses.

Mais >

Vacina de Oxford contra Covid-19 tem eficácia de até 90%, diz laboratório


Foto: Reprodução/G1

vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca mostrou eficácia de até 90% conforme a dosagem, segundo resultados preliminares divulgados nesta segunda-feira (23).

Mais >

EUA esperam iniciar vacinação contra a Covid-19 em dezembro


Foto: Jeff Chiu/AP Photo

Os norte-americanos podem começar a receber a vacina contra a Covid-19 no dia 11 de dezembro, disse neste domingo (22) o chefe do programa de vacinas do governo dos Estados Unidos, o doutor Moncef Slaoui.

Os consultores da Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês) vão se reunir no dia 10 de dezembro para discutir se autorizam a vacina de uso emergencial contra a Covid-19 desenvolvida pela Pfizer em parceria com a alemã BioNTech.

Mais >

Sem médicos, UPA de Parnamirim suspende atendimentos; unidade deixou de receber pacientes às 7h dessa sexta-feira


Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

Sem médicos desde às 7h desta sexta-feira (20) a Unidade de Pronto-Atendimento do bairro Nova Esperança, em Parnamirim, suspendeu atendimento à população do município da região metropolitana de Natal. Pessoas que procuraram a unidade durante a manhã foram orientadas a seguir para outras duas UPAs da cidade, em Pirangi do Norte e Nova Parnamirim.

De acordo com a Secretaria de Saúde, o contrato com os profissionais foi encerrado no dia 15 de novembro e não pôde ser renovado por causa do período eleitoral. O serviço poderia ser mantido por meio do pagamento por indenização, mas, de acordo com o município, os profissionais não aceitaram acordo para atuar nesse formato.

Mais >

Pfizer pede autorização nos EUA para uso emergencial de vacina contra Covid-19


Foto: Reprodução

A Pfizer Inc anunciou nesta sexta-feira (20) que pediu a agências reguladoras dos Estados Unidos uma autorização de uso de emergência para sua vacina contra Covid-19 no país.

A solicitação ao órgão regulador norte-americano, a Food and Drug Administration (FDA, na sigla em inglês), veio poucos dias depois de a Pfizer e sua parceira alemã BioNTech anunciarem resultados de testes finais que mostraram que a vacina é 95% eficiente na prevenção da Covid-19 sem grandes problemas de segurança.

Mais >

COVID-19: Fiocruz pesquisa como brasileiros lidam com isolamento social


Foto: banco de imagens livres Cottonbro

A pandemia de Covid-19 e o isolamento social adotado como medida coletiva de prevenção ao novo coronavírus modificaram profundamente a rotina dos brasileiros, afetando relações familiares, de trabalho e, também, o cuidado à saúde. Para compreender os efeitos dessa dinâmica sobre a vida e a saúde da população e fortalecer políticas públicas de saúde, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) promove pesquisa on-line sobre como as pessoas vêm lidando com a pandemia e o isolamento social.

Mais >

Parnamirim: UBS Santos Reis realiza ação com serviço inédito e testes da Covid-19


Foto: ASCOM

A Unidade Básica de Saúde do bairro Santos Reis, realizou nesta quarta-feira (19) uma ação que ofertou diversos atendimentos para a população, denominada como “Novembro Diabetes Azul”, os usuários da UBS puderam contar exames dos pés (inédito na cidade) para pacientes diabéticos, testes rápidos de Covid-19, Eletrocardiograma e testes de glicemia.

Com a ação divulgada pelos agentes de saúde da unidade, a população aproveitou a ocasião e compareceu em grande número para receber os atendimentos, em busca de prevenção e cuidados com a saúde. Para o diretor da UBS, Ubiratan Tavares, um dos serviços que merece destaque é o exame dos pés para pacientes com diabetes, que foi realizado pela primeira vez em Parnamirim.

Mais >

Parnamirim: SESAD retoma cirurgias eletivas; meta atual é atender 75 procedimentos por mês


Foto: ASCOM

A Secretaria Municipal de Saúde (SESAD) já retomou a realização das cirurgias eletivas, suspensas desde o início da pandemia por determinação do Ministério da Saúde. De acordo com a diretora de regulação, avaliação e controle da SESAD, Ângela Braz, o número de cirurgias realizadas vão aumentar gradativamente, de acordo com o índice viral do Covid-19 no município.

Mais >

Lote com as primeiras 120 mil doses da vacina CoronaVac chega a São Paulo trazido da China


Foto: Reprodução/TV Globo

O governo do estado de São Paulo recebeu na manhã desta quinta-feira (19) as 120 mil primeiras doses da CoronaVac, vacina contra a Covid-19. O material foi importado da China e desenvolvido pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan.

O governador João Doria (PSDB), o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, e o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchtey, acompanharam a chegada do lote, que foi trazido em um voo da China que desembarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos, na Grande São Paulo.

Mais >

Pandemia escancara necessidade de atenção para a obesidade; números mostram que o excesso de peso deve ser tratado com prioridade e maior atenção


Foto: Reprodução/Bigstock

A pandemia do novo coronavírus trouxe de forma mais contundente os riscos da obesidade. Dados, pesquisas e números comprovam que pessoas com outras comorbidades, como hipertensão e diabetes, têm mais chance de desenvolver a versão mais grave da Covid-19, e não conseguir se recuperar em casa, precisando ir para uma unidade de saúde. De lá, muitas vezes vão para a Unidade de Terapia Intensiva para ter mais chance de se recuperar, pois o sobrepeso impacta na reabilitação do paciente (VEJA VIDEO ABAIXO).

Mais >

Anvisa autoriza retomada de testes da CoronaVac; os testes haviam sido suspensos pela agência na noite de segunda-feira (9)


Foto: Acácio Pinheiro | Agência Brasília

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) anunciou, nesta quarta-feira (11), que os testes da CoronaVac, a vacina desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac para a Covid-19, serão retomados no Brasil.

” A ANVISA informa que acaba de autorizar a retomada do estudo clínico relacionado à vacina Coronavac, que tem como patrocinador o Instituto Butantan”, disse a agência, em nota. “A ANVISA entende que tem subsídios suficientes para permitir a retomada da vacinação e segue acompanhando a investigação do desfecho do caso para que seja definida a possível relação de causalidade entre o EAG [evento adverso grave] inesperado e a vacina”, continua o texto.

Os testes haviam sido suspensos pela agência na noite de segunda-feira (9). Na ocasião, a Anvisa disse, sem dar detalhes, que um “evento adverso grave” havia ocorrido. Na terça-feira (10), um boletim de ocorrência indicou que a morte do voluntário foi um suicídio. Mais informações em instantes.

Presidente da Fiocruz afirma que vacina de Oxford deve ser aplicada no primeiro trimestre em dose única


Foto: Reprodução

Em entrevista exclusiva à CNN nesta segunda-feira (2), Nísia Trindade, presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), afirmou que a fundação tem a capacidade de entregar 220 milhões de doses da vacina fabricada pelo laboratório AstraZeneca, em parceria com a Universidade de Oxford, até o final de 2021.

“Nós temos a capacidade de entregar ao Ministério da Saúde para o Programa Nacional de Imunizações 100 milhões de doses no primeiro semestre de 2021. A nossa expectativa é de 30 milhões de doses no final de fevereiro de 2021”, disse.

Mais >

Parnamirim: Saúde encerra campanha ‘Outubro Verde’ com 1384 testes rápidos de IST’s realizados


Foto: ASCOM

Durante todo o mês de outubro, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesad), por meio das equipes de Estratégia de Saúde da Família e serviços especializados, realizou diversas ações referentes ao Outubro Verde, mês alusivo à prevenção, diagnóstico e tratamento precoce da Sífilis e da Sífilis Congênita no âmbito territorial de saúde em Parnamirim.

A campanha, que abrangeu os profissionais de saúde da rede de Atenção Básica, ofertou diversos serviços à população, realizando, ao todo, 1384 testes rápidos. Ao todo, 11 testes resultaram em positivos para a sífilis.

Mais >

Fiocruz prevê produzir 200 milhões de doses de vacina de Oxford em 2021


Foto: Reprodução

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) apresentou os termos do contrato fechado com a farmacêutica AstraZeneca, que desenvolve uma vacina contra a Covid-19 em parceria com a Universidade de Oxford.

O documento não prevê lucro até julho de 2021 e a dose da vacina deve sair a pouco mais de US$ 3. A previsão é produzir 200 milhões de doses em 2021. O imunizante se encontra na fase 3 de testes. Com Informações da CNN Brasil

Esquema na prefeitura de Extremoz desviou mais de 3 milhões da saúde

Anvisa libera importação de matéria-prima da Coronavac, vacina chinesa que será produzida pelo Butantan


Foto: Divulgação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta quarta-feira (28) a importação de matéria-prima para produção de 40 milhões de doses da CoronaVac, vacina chinesa que deverá ser produzida pelo Instituto Butantan, em São Paulo. Na semana passada, a Anvisa já tinha liberado a importação de 6 milhões de doses da CoronaVac, que já virão envasadas e prontas para o uso.

A CoronaVac está atualmente na terceira fase de testes. A Sinovac, farmacêutica chinesa responsável pela vacina, ainda não obteve o registro para aplicação do imunizante no Brasil, que não pode ser utilizado na população. Até momento, apenas dados parciais referentes à segurança da vacina foram apresentados pelo governo de São Paulo, mas eles não foram publicados em revistas científicas.

Mais >

Doria diz que pagará por Coronavac e disponibilizará vacina a estados


Foto: Hugo Barreto/Metrópoles

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta quarta-feira (28/10) que pagará pela Coronavac caso o governo federal não inclua a vacina no programa nacional de imunização após a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Segundo Doria, há interesse de outros estados pelo imunizante que está sendo desenvolvido pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac. O governador não disse quais seriam as unidades federativas.

Mais >

Hospital referência da Covid-19 no Amazonas tem 98% de leitos ocupados


Foto:  Ingrid Anne/ via Fotos Públicas

O Hospital Delphina Aziz, referência no tratamento da Covid-19 no Amazonas, está atualmente com 98% dos leitos de UTI ocupados. A informação foi divulgada no boletim de terça-feira (27) pela Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas.

Além do principal hospital, outras unidades de retaguarda utilizadas para auxiliar o sistema de saúde do Amazonas possuem 100% dos leitos de UTI ocupados. É o caso do Hospital Pronto Socorro Plantão Araújo e a Fundação Adriano Jorge, ambos com 100% da capacidade máxima atingida.

Mais >