“Lula não engana mais o Nordeste”

Lula agenda visita á cidade de Currais Novos, que é coordenada por um prefeito petista, e em meio ao anúncio da sua vinda ao Seridó, Lula enfrente críticos que se posicionam contra sua ferramenta de convencimento, a língua! Vejam o que diz a jornalista em assuntos políticos, Joice Hasselmann, no programa “OS PINGOS NOS IS” da Jovem Pan.

Lula entre os mais ricos do país

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sempre fez questão de se apresentar como “homem do povo”. À moda de populistas em todo o mundo, vangloria-se de falar num idioma próximo do homem comum, repleto de metáforas futebolísticas e “causos” de botequim. Os alvos são sempre os mesmos: os banqueiros, as elites, a “mídia” e todos aqueles que acusa de ter preconceito contra um ex-retirante nordestino que chegou ao posto de maior poder no país.

Para seus opositores mais eloquentes, Lula é apenas um hipócrita que enriqueceu à custa da corrupção, um “bilionário” que mantém fortunas em contas secretas fora do país, onde acumula tudo o que surrupiou dos cofres públicos. (mais…)

“Queda de Temer e eleição indireta serão um tiro no pé do PT”, afirma jornal

Políticos da oposição torcem pela queda de Michel Temer, mas será essa uma boa jogada para o PT e seus aliados?

Em caso de renúncia do presidente, que muita gente já dá como certa, Rodrigo Maia tem 30 dias para convocar eleições indiretas. Caberá aos deputados eleger o próximo presidente. Lembre-se os últimos eleitos por eles foram Eduardo Cunha e Rodrigo Maia. Se seguirem nessa linha, podem eleger qualquer político bom de conversa e de acordões.

Meu vizinho Alexandre Borges afirmou semana passada que parte da mídia trabalha para derrubar Temer porque Lula teria mais chances de voltar à presidência por eleições indiretas, e não pelo voto popular. Discordo. Não só Lula não se candidataria agora como tem uma minoria na Câmara. E os deputados do centrão não gostariam de voltar a 2016 elegendo alguém que agravaria a crise econômica e a crise política. (mais…)

Defesa de Lula rebate Moro no TRF4

A defesa do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva protocolou ontem (6/6) petição que contesta as informações prestadas pelo juiz Sergio Moro ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região, relativamente ao Habeas Corpus n. 700003443063.  
A petição reproduz os diálogos ocorridos no final da audiência da manhã do dia 05/06, evidenciando o momento em que a defesa de Lula foi informada sobre os “vários” depoimentos prestados por colaboradores do Grupo Odebrecht que foram anexados e, ainda, que o próprio juiz Sergio Moro constatou não ter havido prévia intimação na forma da lei. A defesa registrou: “Vossa Excelência está dando ciência agora, eu não sei se teve coisa nova”. 
Para dirimir qualquer dúvida, a petição transcreveu manifestações da defesa, da representante do Ministério Público Federal e do juiz Sérgio Moro quando o tema foi debatido.  (mais…)

MPF pede prisão do ex-presidente Lula no caso do triplex

O Ministério Público Federal (MPF) pediu a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e outros seis réus pelos crimes de corrupção passiva, ativa e lavagem de dinheiro. O pedido feito ao juiz Sérgio Moro, nesta sexta-feira (3), indica que os condenados cumpram as penas em regime fechado.

O pedido de prisão de Lula consta nas alegações finais do processo que apura suposto pagamento de propina pela OAS ao ex-presidente, por meio da entrega de um apartamento triplex no Guarujá, litoral paulista, segundo o G1.

O MPF afirma que o apartamento seria entregue a Lula como contrapartida por contratos que a OAS fechou com a Petrobras, nos anos em que o político foi presidente da República.  (mais…)

Lula chama de ‘canalha’ o campeão de empréstimos do BNDES na era petista

Ao discursar na abertura do 6º Congresso Nacional do PT, no final da noite de quinta-feira, Lula referiu-se ao delator Joesley Batista, do Grupo JBS, em termos pouco lisonjeiros: “Um canalha de um empresário disse que abriu uma conta pra Dilma e outra pra mim. Mas está no nome dele. É ele que mexe com a grana”, afirmou Lula, arrancando risos da plateia companheira. “Agora, eu e a Dilma temos até conta no exterior. Eu nem sabia que ela tinha. E ela não sabia que eu tenho.”

Na era petista, o conglomerado empresarial do “canalha” foi incluído no seleto grupo dos “campeões nacionais”. A companhia de Joesley recebeu tratamento preferencial nos guichês do BNDES. Entre 2007 e 2009, sob Lula, o velho e bom bancão oficial injetou na JBS R$ 8,1 bilhões. O Ministério Público Federal estima que o erário perdeu pelo menos R$ 1,2 bilhão nessas transações. O BNDES chegou a ter quase 35% das ações do grupo JBS/Friboi. No final de 2012, já sob Dilma Rousseff, o BNDES transferiu 10% das ações para a Caixa Econômica Federal. (mais…)

Lula aciona Veja por afronta à memória de Dª. Marisa e afirmações falsas, diz defesa

A afronta à memória de D. Marisa Letícia Lula da Silva e a divulgação de afirmações falsas relativas ao depoimento prestado pelo ex-Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva, em 10/05/2017, ao juízo da 13ª. Vara Federal Criminal de Curitiba, fundamentam ação de reparação de danos morais hoje (1/6/2017) protocolada por nosso cliente em face da Abril Comunicações S/A, que edita a revista  Veja,  e dos repórteres  Daniel Pereira e Robson Bonin. (mais…)

Senadores se envolvem em quebra pau na volta aos trabalhos no Congresso Nacional

A retomada dos trabalhos no Congresso Nacional após o abalo causado na República pela delação dos donos do grupo JBS, nesta terça-feira (23), foi marcada por bate-boca, senadores trocando agressões físicas e discussão entre os defensores do presidente Michel Temer e os que desejam a queda dele.

Para os parlamentares da oposição, o governo não pode tentar andar com as pautas de reformas como se uma crise não estivesse em curso. Já os governistas, como Garibaldi, evitam defender Temer, mas mostram com a tentativa de manter a pauta de reformas que ainda é cedo para desembarcar do governo.

Nova acusação contra Lula é frívola e fruto de tese política, diz nota da defesa ao blog

A denúncia apresentada hoje (22/05) pela Força Tarefa da Lava Jato contra Lula mostra uma desesperada tentativa de procuradores da República justificar à sociedade a perseguição imposta ao ex-Presidente nos últimos dois anos, com acusações frívolas e com objetivo de perseguição política.
A nota que acompanhou o documento deixa essa situação muito clara ao fazer considerações que são estranhas à área jurídica e às regras que deveriam orientar a atuação de membros do Ministério Público, como a legalidade e a impessoalidade. (mais…)

Aos gritos de ‘ladrão’, deputado aliado de Temer chega ao Brasil

O deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), que até março era assessor especial do presidente Michel Temer, desembarcou hoje no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Ele estava em Nova York e chegou ao Brasil aos gritos de “ladrão”. Ele foi alvo da Operação Patmos deflagrada com base em delação premiada de Joesley Batista, um dos donos do frigorífico JBS.

De acordo com a delação, Rocha Loures foi indicado por Temer a Joesley para resolver uma pendência da empresa no Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). O empresário o procurou, negociou pagamentos de propina com ele e marcou um encontro para entregar o dinheiro. Os investigadores filmaram o deputado pegando uma mala com 500.000 reais em uma pizzaria em São Paulo, conforme imagens divulgadas na quinta-feira pelo jornal O Globo.

Humilhação: “minha vida virou inferno”, diz Mantega, ex-ministro de Lula e Dilma

No centro de acusações da Operação Lava Jato, o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega afirma que delatores como Marcelo Odebrecht criaram “ficções” para conseguir fechar delação premiada, inventando histórias “inverossímeis” e sem provas.

Mantega, que foi o mais longevo ministro a comandar a economia do país, de 2006 a 2014, diz que “estava atrapalhando” os planos do empreiteiro, em 2009, ao defender o veto a uma lei que dava à Odebrecht anistia sobre débitos tributários. (mais…)

Delações, powerpoint e coerção: as brigas que Lula tentou puxar com Moro

Em vários embates ríspidos que teve com o juiz Sergio Moro durante depoimento nesta quarta-feira (10), em Curitiba, o ex-presidente Lula disse que a Operação Lava Jato forçou testemunhas a incriminá-lo no processo sobre o tríplex no Guarujá, no litoral de São Paulo. Nas considerações finais, declarou que é “vitima da maior caçada jurídica que um presidente já teve”.

Antes, próximo à segunda metade da audiência, reclamou da conduta da Lava Jato. “O que aconteceu nos últimos 30 dias, doutor Moro, vai passar para a história como o mês Lula. Porque foi o mês em que vocês trabalharam, sobretudo o Ministério Público, para trazer todo mundo para falar uma senha chamada Lula. O objetivo era dizer Lula. Se não falasse Lula, não valia”, disse o ex-presidente, no começo da segunda metade da audiência.

Segundo o petista, Moro e os procuradores da operação ouviram 73 testemunhas sobre o caso, grande parte da acusação, mas nenhuma realmente o “incriminou” durante os depoimentos. Pouco depois, Moro perguntou se Lula se achava que existia uma “conspiração” contra ele. Lula respondeu que não, mas que estava “atento” à condução do processo. (mais…)

Assista aos vídeos com o depoimento de Lula em Curitiba

O depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao juiz Sergio Moro nesta quarta-feira (10) durou cinco horas. Ele foi dividido em dez partes, sendo que a última traz as considerações de Lula sobre o processo.

Nos vídeos, ele fala do tríplex e de sua relação com outros investigados na Lava Jato, como Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, e Renato Duque, ex-diretor da Petrobras. Confira na íntegra! (mais…)

Depoimento de Lula atrai 7 mil militantes a Curitiba

Cerca de 7 mil pessoas vieram a Curitiba nesta quarta-feira (10) apoiar o ex-presidente Lula em seu depoimento ao juiz Sergio Moro. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), 168 ônibus de manifestantes chegaram à capital, com 40 passageiros em média. A maioria deles, 92, proveniente de outros estados. O restante, 76, do interior do Paraná.

Os manifestantes a favor de Lula passaram a maior parte do dia concentrados na Praça Santos Andrade, em frente ao prédio histórico da Universidade Federal do Paraná (UFPR). De acordo com a Policia Militar do Paraná, o número de manifestantes no ato a favor do petista chegou a 5 mil. (mais…)

Diante da ameaça da prisão, Lula reage usando o povo como “escudo”

Lula é um sujeito eminentemente político. Diante de qualquer situação, sua resposta é política. Não seria diferente quando toda a sua carreira e sua biografia estão em jogo – sem falar no projeto de poder do partido que ele ajudou a criar.

Diante da Lava Jato, Lula parece se importar menos com argumentos jurídicos do que com o tamanho do apoio que consegue angariar. Parece menos preocupado com os advogados do que com os deputados e senadores. Parece menos preocupado com os procuradores do que com os eleitores.

Hoje, dia de interrogatório, Lula e os seus providenciaram um palanque – e nenhuma reação poderia ser mais política do que essa. E ao microfone, alguém disse que enquanto Lula tiver o povo como escudo, ninguém poderá fazer nada contra ele. (mais…)

Caveirão, helicóptero e snipers: o esquema de segurança no depoimento de Lula

O aparato de segurança montado para a vinda do ex-presidente Lula a Curitiba nesta quarta-feira (10), para depor ao juiz Sérgio Moro, na operação Lava Jato, chamou atenção na capital. Quem passou pela manhã e no começo da tarde nas imediações da Justiça Federal, no bairro Ahú, viu o veículo blindando da Polícia Militar conhecido como “caveirão”, centenas de policiais e até atiradores de elite, os snipers, posicionados estrategicamente no topo de prédios do entorno.

Pelo menos dois helicópteros sobrevoam a região. Ao todo, segundo informações da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), cerca de 1,7 mil policiais atuam no esquema de segurança nesta quarta, em toda a cidade.

Enquanto o ex-presidente Lula depõe, manifestantes a favor e contra o petista fazem protestos em diferentes regiões de Curitiba. A ala pró-Lula está concentrada na praça Santos Andrade, no Centro. Já os apoiadores da Lava Jato estão nos arredores do Museu Oscar Niemeyer (MON), no Centro Cívico. (mais…)